Total de visualizações de página

domingo, 11 de março de 2012

Dívida Paga !

Ontem foi complicado: deveria correr 10K. Cheguei mais tarde no treino, sol impiedoso, e a dor nas costas que teimou em aparecer depois de iniciada a corrida.

Não é fácil, bagunça a programação e frustra quem se programa para "cumprir a meta". E assim, 10 viraram 5. Mea culpa, só minha, ninguém tem nada com isso. Tenho que entender, conhecer melhor os limites e alternativas, para poder dar a volta por cima. Mas que frustra, ah, isso, sim!

E assim fiquei o resto do dia, envolto com meus pensamentos, "amuado", refletindo sobre o que eu realmente quero, no que posso melhorar....afinal, fisioterapia, corretor postural, musculação, dedicação para mudar a postura tinham que dar resultado. Mas ainda não deram.

Ok, domingo é um novo dia, e.. quem sabe? Fiquei no meu mundinho pensando nisso. Não, não vou acordar cedo para correr: como já acordo cedo normalmente, deixa rolar, acordo e saio. Também não vou comer o prato de macarrão que costumo, na noite anterior a um  longão. Vou me alimentar e pronto. E não vou me obrigar a dormir cedo por causa disso, deu sono, vou pra cama. Simples assim. Tomei um relaxante muscular antes de dormir e outro ao acordar.

Nada de bermuda de compressão: somente o short de corrida mesmo. O corretor postural e pronto. E inaugurar o cinto de hidratação, porque 10K pedem uma água, né?

Dormi. Acordei 07:42, tranquilo. Sol/ nublado/ sol. Bem, whatever

Aipim, queijo branco, suco de uva, café pra dentro, e lá fui eu, com meus medos e reminiscências. Nem tinha pensando ainda onde iria correr, onde parasse estava de bom tamanho.

E fui, com um tempo nublado, chovendo um pouco, depois bastante, depois pouco, depois nublado (e eu rezando pra continuar assim). 5K concluídos, vem o sol pirraçando e desafiando. Nada das costas incomodarem. E, como diria o Capitão Nascimento: "aí parceiro, não tem quem segure mais". E o sol castiga. Mas tenho uma corrida 25/03, saída 07:30, não dá pra escolher, ou vai, ou vai.

Ora, quem já correu 9K, simplesmente segue. E eu fui, era uma dívida comigo mesmo. Seria bom correr como Ayrton Senna gostava: na chuva (ele sabia o que era bom), mas nem sempre as coisas acontecem como gostaríamos.

E lá se foram os 10.000 metros (assim, parece maior, né? rsrs). Terminei sonhando em dar uma caminhada, não via a hora de terminar. Cansou. O corpo me chamava de teimoso, reclamava, mas estava comigo o tempo todo.

Olha, teve uma hora que eu pensei que seria a última vez que fazia essa distância, estava enjoado.

E aí lembrei de Jacintho, um dos 3 maratonistas do nosso grupo, que conversando comigo uma vez, disse: 

"A gente tem que abrir mão de algumas coisas para correr uma maratona. Se sacrifica, termina esgotado, fica um tempo de molho, e pensa: 'Eu não vivo disso, não preciso disso, não sei porque faço isso, essa é a última'. Mas, quando termina, meia hora depois, me pego pensando: 'Quando é a próxima mesmo?' ".

Essa é a paixão pela coisa, a "cachaça" nossa de cada dia.

E não é que entrei no carro lavado de suor, doido pelo ar condicionado, saí pensando em não fazer mais os 10K, e 500 metros depois, passando por onde a Authentic arma a barraca aos sábados, olhei pra orla nublada novamente, e deu uma vontade de estacionar e fazer um treino regenerativo?

Acho é que somos todos doidos, deliciosamente e felizes doidos.

Domingo.... será um dia com gosto especial. 

Como disse Neil Armstrong ao pisar na lua pela primeira vez: "Este é um pequeno passo para um homem, um salto gigantesco para a humanidade". Só que aqui, é o inverso, um pequeno passo para todos os outros, uma conquista significativa para quem chega lá. 

Pois é, barreira rompida, como disse Ulisses, ao mandar a planilha de março: "11 Km (ultrapassada a barreira dos 10Km) * Mente focada nos 21 Km". Mas isso, só semana que vem.

Dizem que o corredor só é, de fato, corredor, quando corre os 10K, antes disso, ele pratica (e eu já acho que quem corre regulamente seus 5K já pode se orgulhar), pois bem, mudei de categoria, rsrsrs.

Como diz Buzz Lightyear:  "ao infinito... e além".







Para finalizar, um assunto rápido: Observamos que, segundo as estatísticas do Google, temos visitantes dos EUA, Canadá, Alemanha, Rússia, Reino Unido, Filipinas, Suíça, Portugal e Suécia. Gostaríamos de convidá-los a participar, comentando e contando suas experiências. Fiquem à vontade, se preferirem, para escrever em inglês, dependendo da contribuição, nós traduzimos, ok?


Coment·rios
2 Coment·rios

2 comentários:

  1. Tiago Gravatá11/03/2012 18:12

    Isso aí!!! Desistir jamais!
    A sensação de dever cumprido é muito boa!
    E vamos que vamos! Sábado são 11.000m!! rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Não fossem as costas, eu já estaria lá adiante.... :-)

    ResponderExcluir